Direito x Esquerdo

Não sei até onde vocês entendem de cérebro, tudo que eu sei é que se escreve com "r" e não com "l". Mas essa semana, uma pessoa bonita, de coração palpitante e entendida dessa tal de medicina e afins me contou uma história.   

É mais ou menos assim: nosso amigo cérebro é dividido em duas partes: o hemisfério direito e o hemisfério esquerdo. Acho que mais ou menos a gente com isso de razão e coração. O lado direito é o todo misterioso, Senhor dos nossos sentimentos, ele guarda bem guardadinho todas aquelas coisas que achamos inexplicáveis e culpamos o coração. Você já perguntou algo pro seu hemisfério direito? (Já sim, que eu aposto.)

Por que você gosta daquela certa pessoa? Ou do cheiro da pele dela? Ou do sorriso estonteante? Ou do olhar que, não existe comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos. Parafraseando Machado. E você tem resposta? Pois é, mas não é culpa dele não. Não ensinaram o hemisfério direito a falar. Quem abre o bico aqui é o esquerdo.

Enquanto isso eu fico de cá respondendo todas essas perguntas com um "Gosto porque sim". Mas "porque sim" não é resposta... ou é? Porque era ela, porque era eu. Responderia Chico.


3 comentários:

Jéssica Simões disse...

Depende para qual lado você está respondendo, o esquerdo ou direito. rs

sobrefatalismos disse...

E a nossa vã filosofia não capta todas as respostas ofertadas, não é mesmo? E isso quando essas respostas se apresentam. A Hilda Hilst escreveu que as pessoas precisam deixar de valorizar tanto o intelecto para enxergar com o coração. Levemos em conta. Que assim seja.
Abraços.

Daíse Lima disse...

Acabei de sentir o cheiro da estrelas e me encantei! Voltarei sempre!!!
Abraços!!!