Não sei o que escrever.

Dias, semanas, meses sem rabiscar uma rima sequer. Eu não sei o que escrever. Devo ter perdido todas aquelas coisas que os escritores vivem falando... como é que eles chamam? Ah, devo ter perdido a prática, é isso. Devo ter perdido a inspiração, também. A poesia, então... sei nem pra onde é que foi. (Pausa de vários minutos olhando pro meu tamanho talento de não-saber-o-que-escrever).

O texto em questão não se trata do Paradigma da Foto de Orkut. Sabe? Quando a menina (muitas vezes feia) posta uma foto com a legenda "feia" (constatação do óbvio), induzindo todos os falsosamigos a comentarem dizendo o contrário (mentiras). Não é isso, o caso é que eu não sei mesmo o que escrever.

Não sei, mas talvez eu não saiba o que escrever porque nunca escrevi de você. E o porquê de nunca ter escrito de você... esse eu também não sei, assim como eu continuo sem saber o que escrever aqui e agora. (E agora?)


4 comentários:

Lucas disse...

De alguns já! ;D Vou pensar em algo bem azul e te digo! ;*

Patrícia disse...

é sempre culpa da faculdade, rs.

Rick disse...

Todo mundo tem dessas. Ninguém tem sempre um motivo pra escrever, e quando se quer apenas escrever algo, é bom buscar inspirações.

Tipo foto, livros, outros poemas, outros textos. Tem muita coisa no mundo que precisa ser contado, tem muitas possíveis historias nessas esquinas da vida.

Boa noite, bjws. "_"

sobrefatalismos disse...

Anormal seria se essa falta de inspiração não chegasse a todos os escritores. E você escreve muito bem (não, não é paradigma de nada, é a verdade apenas). Logo logo a inspiração chega. E, se não chegar, devemos buscá-la por aí, não é verdade?
Abraços.