O porquê da quietude.

Fico calada. Silêncio por tudo aquilo que ameaçou a ser e terminou antes do fim. Acabou suspenso no ar, dissipado entre as nuvens. Calo por um medo que restou em mim. Tem dias que ele gela tudo inside, queima mesmo. Fra-gi-li-za.

Mas, ei, essas palavras não são nenhum drama desnecessário, veja bem: eu não me desfiz dos meus sonhos-bobos-quase-utópicos. Eles ainda estão aqui, só que murchinhos.

Vai ver era só dizer a ela assim: Moça, por favor, cuida bem de mim. Você devia ficar mais atento ao que o Camelo diz. É tão simples devolver a boniteza para a rosa. Basta regar.

12 comentários:

Jaya Magalhães disse...

Ah, neguinha! Se bastasse regar, o Pequeno Príncipe não teria o trabalho que teve. Por que vai ver é aquilo mesmo. Vai ver é mesmo o tempo que dedica-se à rosa que a torna tão importante. (:

Que floresça um jardim inteiro, aí.

Beijíssimo

Tays Esquivel disse...

Bonita, por que você sempre fala tanto de mim assim nos seus textos? Estou começando a ficar desconfiada. Você descreve tudo de um jeito tão lindo, que eu só posso achar que está vivendo minha vida também. E vou te dizer: Se cuide. Seja a moça pra cuidar bem de ti. É tão bom quando a gente se cuida. Os outros começam a ter vontade de cuidar da gente também. Não é fácil, mas você é poeta e os poetas sempre chegam lá.

Um cheiro pra menina que escreve lindo.

Fernand's disse...

aconteça!

Maria Rita. disse...

Sabe, tenho precisado tanto que alguém regue meus sonhos murchos e mofados, ainda mais os sonhos mais utópicos de amor.

:*

Lara disse...

Nem todo mundo quer ser jardineiro.

Noh Gomes disse...

não sei dizer bem a formula, mas foi me regando que nunca mais morri, claro que murcho, penso que é tudo em vão, mas ai me lembro que se eu mesma me cuidar, eu aconteço...

Adoro Camelo...

Beijo

Mariana Andrade. disse...

mas tem que regar todo dia, que ela só aguenta um tempinho sozinha depois de já estar forte de novo.

Thaís. disse...

- regue, não use fertilizantes, espere o tempo certo de colher, amar.

Cuide-se!

beeijinhus

Ju Fuzetto disse...

E regue com cuidado. Deixe crescer.
Muda por muda e replante de novo dentro do peito.

beijo

Sandrio cândido. disse...

Utopias, o mundo anda precisando de algumas.

Vanessa Romão disse...

Não pode mesmo desfazer, flor. E se ninguém regar, a gente rega. Não dizem que tem que cuidar do jardim pra trazer as borboletas?


Elas virão. Um dia, virão.


Beijo.

Andréa Kopper disse...

Que lindo esse texto. Só nós podemos regar nossos sonhos! Parabéns, vc escreve muito bem!