O tipo de homem para mim.

Ele não precisa ser alto, forte e musculoso. Até porque, de homem musculoso demais eu tenho horror. Parecem ogros enormes que só estão esperando uma oportunidade para te sufocar num abraço. E logo eu, tão fininha! Pode ser magrelo, alto ou baixo - eu abro mão de usar salto alto, sem problemas. Mas se tiver o abdômem definido eu não iria reclamar. Prometo.

Se morasse perto seria um facilitador de encontros. Quando batesse a saudade não teria que esperar muito. Mas pode morar longe, também, que com distância eu já me acostumei. Em outra cidade, ou outro estado. Eu economizo para viajar. Outro país está fora de cogitação, é exigir demais do meu pobre coração. Rimou, mas não era para. Dizem que quando a gente fala rimando é porque tem muito doce por dentro. Mentira, não dizem. Eu que acabei de dizer.

Não precisa ser médico, advogado, arquiteto, nem ganhar muito dinheiro. Artista independente, escritor ou produtor de cinema já seria lindo. Mas tem que ganhar bem para sustentar a prole, não esqueça disso. Não precisa ser nada, nem precisa ser tudo. Só precisa ser meu. E dessa parte eu faço questão. Única e exclusivamente. Meuzinho da Silva Xavier. Possessiva e ciumenta do jeito que sou, é a única exigência da lista. Sendo meu, eu tenho que ser sua. Só e simplesmente.

Eu não preciso de nada disso. Só preciso de você ao meu lado. Que me ligue nas madrugadas por motivo nenhum, ou só pela desculpa esfarrapada de estar com saudades - sendo que teríamos nos despedidos meia hora atrás. Que me traga flores em um dia especial, ou só me traga você. Isso basta.

Esse é o meu tipo de homem: Nenhum. Só o seu tipo.

13 comentários:

Tay. disse...

Que perfil mais agradável esse, hein? Quem não queria um homem assim? Ficou uma graça, Brenda. E eu acho - só acho - que alguém aqui está apaixonada. Hm.



P.s: Na 4ª linha, 3ª estrofe você escreveu "E dessa partO eu faço questão".

Charlie B. disse...

Own, ^^

Bom, encontrar tal homem pode ser uma tarefa árdua, mas procure entre um dia e outro, talvez as estrelas lhe concedam desejos.

Beijos em ti Brenda, um bom tempo sem nos falarmos, hein?

Charlie B.

Brenda Matos disse...

Obrigada pela correção, Tayquerida.

Ah, eu queria estar apaixonada, mas não estou. O problema está em me permitir.

Luciana Brito disse...

Ai que belezura! Fiquei pensando em qual é o tipo de homem pra mim e descobri que o Adriel se encaixa perfeitamente no que sempre pedi. RÁ!

Gostei do texto principalmente pelo fato desse "homem perfeito" não ter perfil definido, isso me lembra que quando a gente espera demais algo, ela vem completamente diferente.

x)

Beijão, Bê!

Fernando disse...

Você pede o que eu gostaria que pedissem a mim. Ou melhor, o que eu gostaria que uma certa pessoa tivesse pedido de mim, mas ela pediu mais e mais... e eu não consigo fugir do que e sou.

Beijo!

Carolda disse...

Tenho um parecido desses. Agora só preciso me permitir apaixonar.
Um beijo

Marcelo Zaniolo disse...

Uma espécie de cartinha para o velho Noel? Hehe

Achei, hm..., fofo teu texto =)

Tenho uma incrível dificuldade em descrever a pessoa "ideal", e acho que você se saiu muito bem nessa! hehe

Beeeijo e boa semana.

Felipe Braga disse...

Eu li e fiquei com vontade de te dar um abraço. Mas isso não é apenas quando eu leio. rs
E fiquei com vontade de ler mais também.

Beijo.

Má Midlej disse...

Amei isso ''Mentira, não dizem, eu que estou dizendo'' hahahahahaha parece comigo.

Tava louca pra ler isso aí hahaha ficou melhor do qued eu pensei que tava... só nao gostei do fim ''Meu tipo de homem: nenhum''

No meu caso seria 'todos'
desce mais um aê i/
UAHSUAHSAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSH

parei >_<

Thaíla disse...

oi moça.. =)

tem uma pessoa plagiando seus posts. haha, é, eu sei.. isso é revoltante. Não sei se vc se importa, mas de qualquer forma, segue ai o link que achei da engraçadinha.

http://whiskyeblues.blogspot.com/

Beijos muitos e paciência com essas coisas que senão as cuticulas estragam, rs.

Yohana d'Arc disse...

"Meuzinho da Silva Xavier" rsrsrs...adorei! Adorei seus escritos e blog! Virei seguidora!
:)

gabs. disse...

você, sempre linda, Brenditcha (:

o meu, acho que pode começar gostando de mim, o resto a gente, vê.

:*

Vanessa disse...

Brenda, sempre sinto com você (lembra que antes a parte dos comentários era: "sentiram comigo"?). Sempre leio teus post e sinto tanto sentimento, tanta verdade, embora dificilmente venha aqui para comentar.

Continue escrevendo, mais e mais.

Abraço