Epifanias aleatórias

Pior do que mentir quando perguntam se você está bem, é a pessoa não se importar se a resposta for não.

Eu penso que: Quando alguém gosta da gente, não precisa fingir o contrário.

Só porque Shakespeare disse que beijos não são contratos, não significa que seja verdade.  Beijos são contratos, sim senhores. São escritos à suspiros e olhares que vez-ou-outra se encontram. Frágeis. Facilmente quebráveis por palavras - ou a falta delas.

Será que, um dia, irei conseguir o que quero? Ou querer o que conseguir? Quero querer e quero conseguir, também.

A vida é um palhaço de cara pintada que fica dançando na sua frente, te fazendo rir e brincando com a sua cara. Cruelmente engraçado.

Escrever é o colete salva-vidas que faltava nesse mar de desgosto.

As beiradas vermelhas dos meus lábios latejam de nostalgia. O gosto na boca é amargo.

Existe uma linha tênue entre o desespero e a esperança.

Quando se está tão mal por dentro que não se consegue nem chorar, penso, ainda restam as palavras a serem cuspidas.

Não sei se sonhei ou se pensei realmente que, uma única vez na vida, você era verdadeiro no que dizia.

8 comentários:

Luciana Brito disse...

Eu poderia ter escrito algumas dessas epifanias. Me traduziram e muito bem.

Beijo, Bê!

mari. disse...

Sim, a vida é cruel, se não fosse engraçada.

=D

Bê Matos disse...

Ao contrário faz mais sentido.

M.F. disse...

A vida é um deboche completo realmente. Mas... é assim mesmo, né? o consolo que resta é que às vezes ela também sabe ser bonita. :)

Fernanda G. disse...

Por isso que minha vida é escrita em forma de resenha, e não prosa. =P

Leti B. disse...

muito, muito, muito bom!
acho que vc me conhece e tá falando de mim ahhauha!
beijoos, adorei o blog!

Elih disse...

Suas palavras são a coisa mais linda do mundo...
Aleatóriedades de alguém que busca um amor sincero, aprendendo com cada passo, nesse caminho, hora doce, hora amargo.

Abraços

Má Midlej disse...

Muito bons!!!!!!!!
quero mais epifanias suas, pra serem minhas e mimimimi.. suas escritora LINDA.