What. the. hell.

Não queria sentir essa falta. (E quando digo falta, entenda como saudade, vontade, dor. O raio que quiser.) Sou a dona do "Oi, tudo bem? Tudo ótimo" mais fajuto que você já conheceu. Se eu me deixasse dominar pelo impulso - e olha que esse bendito já me prejudica bastante! - passaria um tempo interminável numa conversa boba qualquer, só com a desculpa de ouvir a voz morna que faz cócegas no meu ouvido.


Quatro linhas: O máximo que a dose de inspiração da madrugada conseguiu.

5 comentários:

Karla Thayse disse...

Tudo é tão lindo por aqui, lindo como um céu estrelado1
Beijo

Luciana Brito disse...

Ah, esses impulsos ainda vão acabar com a gente... Se bem que eles são legais de vez em quando.

Beijo, Bê!

Stella Rodrigues disse...

Oi tudo bem?

Não.

Má Midlej disse...

Minina...Minina...

Jessie disse...

"Estou bem" é a maior mentira que as pessoas falam diariamente.