Não aceite o meu chá

Isso de "é preciso estar distraído e não esperando absolutamente nada" causa em mim um conflito interior absurdo. É inevitável a ansiedade diante da tua súbita aproximação. Minha pele fica completamente ruborizada e a vermelhidão esquenta as maçãs do meu rosto, fazendo-me suspirar - como aquelas chaleiras cheias de água quente, soltando o vapor e apitando sem parar.

3 comentários:

Danii disse...

Realmente, é difícil se distrair com a aproximação 'daquela pessoa' :B

Alice disse...

a não-aproximação desespera, como se sempre estivéssemos esperando por algo/alguém, que nunca vem.

tem mesmo cheiro de estrelas aqui.

=*

marcosvrodrigues disse...

A vida acontece quando estamos distraídos. Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga idéia de paraíro que nos persegue, bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas.